Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

27.Mar.16

Pai, eu sei dizer asneiras

pai-ja-sei-dizer-asneiras.png

Todas as fases do crescimento de uma criança têm o seu quê de fascinante. Uma das características que nos diferencia das outras espécies é a capacidade de comunicar uns com os outros. Quando uma criança se apercebe desse potencial, abre-se um mundo novo a explorar. Os primeiros sons, as primeiras palavras, as primeiras conversas e... as primeiras asneiras enchem-nos de orgulho. Sim, as asneiras também.

Não podemos renegar as nossas origens. A Língua Portuguesa é dos nossos bens mais preciosos, faz parte da nossa cultura e até da nossa personalidade. Eu que já vivi no estrangeiro sei bem o que significa esta riqueza. Ora, o nosso conhecido calão, as asneiras, das mais pirosas às mais originais, fazem parte da nossa cultura.

As crianças são esponjas, isso já sabemos. Ainda mais quando estão a aprender coisas novas, como é o caso da comunicação. Os Pais devem ter cuidados redobrados com as conversas, com as noticias na televisão, pois são interpretadas de forma muito séria e atenta pelos mais pequenos.

Há dias, num momento pontual de frustração, ouvi um “fo**-se”. Em tempos ouvi um “ca**lho” no meio de uma frase qualquer. Ficamos por segundos a olhar um para o outro, só para ter a certeza que tínhamos ouvido mesmo aquelas palavras “feias”. Não voltamos a ouvir, mas passados uns dias voltaram e aí perguntamos onde tinha ouvido aquelas palavras: “Foi na Escola. Os meus amigos também dizem.” Ainda não tínhamos combinado a abordagem, mas saiu em sintonia: “Se disseres essas palavras, as pessoas à tua volta vão achar que és mal comportado e não vão gostar de falar contigo.” Não houve reação. Ficou a pensar, mais nada.

Por acaso, não voltamos a ouvir as tais palavras “feias”, nem sequer ficamos preocupados com isso. Faz parte, é natural e até é cultural. Nada de dramas.

Agora o léxico calão passa por falar em cocó, em chichi, na pilinha e nos puzetes. Asneiras, claro! É só rir...

O Pai

14.Mar.16

Pai, tu tens super-poderes

pai-tu-tens-super-poderes.png

Nós os Pais super-heróis temos mais super-poderes que o Superhomem e o Batman juntos, mais força que o Hulk quando se enerva e somos mais pegajosos que as teias do Homem Aranha. Alguém duvida? Então que lhe caia, neste momento, um meteorito em cima.


Leio tudo e mais alguma coisa sobre esta missão que nos foi confiada, resultado disso mesmo são estas palavras que está a ler. Nesta "tarefa" que me dá tanto prazer, evito ao máximo transcrever textos, prefiro inpirar-me num ou noutro pormenor e desenvolver, a partir daí, a minha própria ideia. Mas há exceções e no caso do texto seguinte não alterei nem uma virgula por estar completamente de acordo com o que está escrito e por achar que iria fazer pior, de certeza.

O artigo intitula-se "Os super-poderes do pai" e foi escrito pela Cátia Teixeira, psicóloga clínica na Oficina da Psicologia, a quem endereço os meus agradecimentos por esta lista de super-poderes.

Super-poder nº 1 - 15 minutos de presença poderosa.
Participe na vida do seu filho, no seu dia-a-dia. A proximidade constrói-se aos poucos. Não se culpe se tem de trabalhar e não pode estar sempre com o seu filho, mas não abra mão de terem um tempinho só para vocês. Quantidade não é sinónimo de qualidade.

Super-poder nº 2 – Ataques de cócegas, beijinhos e abraços.
O seu filho precisa do seu afeto. Dê muitos beijinhos e abraços, já lá vai o tempo em que isso era coisa da mãe. E o pai é perito em ataques de cócegas!

Super-poder nº 3 – Pó mágico de segurança.
Ajude o seu filho a tomar decisões quando ele lhe pedir ajuda, transmita-lhe confiança nas suas capacidades, dê conforto e apoio nos momentos difíceis.

Super-poder nº 4 – Modelo a seguir.
As crianças aprendem com os modelos que têm na sua vida. Modele a humildade, a honestidade, a alegria e a tolerância no seu quotidiano. Lembre-se que o seu filho está constantemente a observar.

Super-poder nº 5 – O super-elogio.
Mostre que valorize o seu filho, elogie os comportamentos adequados e esteja preparado para oferecer apoio perante os comportamentos menos positivos. O pai que disciplina de forma serena, clara e justa mostra amor pelos seus filhos e transmite-lhes segurança.

Super-poder nº 6 – Mente compreensiva.
Procure compreender o seu filho em momentos difíceis, escute o que ele tem para lhe dizer e dê-lhe orientações simples.

Super-poder nº 7 – Trabalho em equipa com a mãe.
Independentemente da situação familiar, na educação dos filhos, pai e mãe devem ser aliados. Quando o pai e a mãe mostram respeito um pelo outro permitem que os filhos cresçam num meio onde há segurança. Trabalhe em equipa com a mãe, converse com ela sobre as suas preocupações e dúvidas, procurem soluções em conjunto.

Super-poder nº 8 – Super-orgulho por ser pai.
Os motivos de orgulho são mais que muitos, aquele desenho que o seu filho lhe fez no Dia do Pai, a participação na peça de Natal da escola, o primeiro passo ou simplesmente aquele abraço acompanhado da frase “Gosto muito de ti pai!”. Esteja atento ao que há de melhor em si e no seu filho.

Super-poder nº 9 – Voar pelo mundo da paternidade.
Ser pai é um caminho diário, com desafios constantes e descobertas fascinantes, esteja simplesmente disponível para abraçar esta missão preciosa.

Super-poder nº 10 – Sou um super-pai!
Lembre-se, não existem pais perfeitos, existem simplesmente… SUPER-PAIS, use e abuse dos seus “super-poderes”.

Relembro o propósito deste espaço: elevar o papel do Pai na sociedade, mostrar que não existem Pais do antigamente e Pais modernos, unir os Pais através da partilha de informações e experiências para que, em cada dia, sejamos "o melhor Pai do Mundo"...

O Pai

Fonte: Os super-poderes do pai